Seguidores

Volte Sempre!

Leia Também em nosso Site

Visitem nosso Grupo e vejam as novas matérias

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Gira de Caboclas de Yemanjá

As giras especiais são realizadas conforme os dias de Saudação às Legiões em seus dias associados com o sincretismo dos santos católicos. Esses dias são pontos de referência para identificarmos os ciclos que passam pelo planeta. Os santos católicos são identificados com as comandantes de Legião pelas associações das virtudes que eles possuem e as missões espirituais que as energias fortalecem a humanidade.
Yemanjá é o Princípio Gerador.
É a força que comanda todas as essências de polaridade feminina. Onde tudo começou com movimento e a partir dele existe a criação. As Legiões comandadas nesta Linha são intensas em cada etapa ou evolução das energias que movimentam a vida na composição corpo e alma. Emoção e Ação. Tem como fonte e comando, energético e magnético, o Arcanjo Gabriel a Lua. A Lua que simboliza a energia feminina que influencia nosso planeta, no movimento das marés, das etapas da gestação, enfim todo o processo da vida.Não conversam ou dão consultas, pois trabalham pela coletividade não pela individualidade.

1) Sereia do Mar = sem sincretismo

Apresentam-se com as mãos cruzadas no peito que se abrem em direção das pessoas. As Caboclas que se manifestam nesta Legião se apresentam em trabalhos de purificação de profundidade, levando para o fundo das águas todas as energias negativas ou destruidoras. Incorporam e dançam em movimentos suaves passando por todo o ambiente como se retirassem a nata formada pelas larvas espirituais. Ao terminar sua missão purificadora se ajoelha diante do altar como se submergisse em águas profundas.
Dia de saudação 8 de dezembro.
Saudação - Iodociaba! ou Ô doce iaba!

2) Cabocla Yara = sincretismo com Santa Águeda.
Dançam como as águas da cachoeira que formam os rios que seguem seu curso firme para o mar. Executam movimentos de espiral que parte de um centro para fora, chegando à frente do altar próximo da figura de Ogum. Auxiliam nos trabalhos de direcionamento de energia produtiva, ou seja, nos fornece as inspirações positivas para renovação de atitudes e seguir na missão que deve ser realizada para evolução espiritual.


Dia de Saudação 5 de fevereiro.
Não possuem saudação específica = Salve!
3) Nanã = sincretismo com Sant’Ana mãe de Nossa Senhora

Dançam vagarosamente como se fosse velha e arqueada. Seus braços parecem embalar uma criança, ou como se estivesse varrendo o chão. É confundida com a incorporação de Preto Velho, mas pela ausência de conversa logo se diferencia. Trabalha tanto na geração como na passagem. O Anjo da Guarda trouxe autorização para ser trazida à vida, portanto ele é quem começa o processo. Ela é quem vê a saúde do corpo físico da mãe, fiscaliza a alma que vai nascer ou encarnar. Acompanha a intenção, a proposta da missão do espírito, e entrega para Oxum a continuação do processo gerador. Quando acontece o desenlace ou desencarne, a alma retorna para Nanã que faz a purificação necessária do espírito. Este é grande trabalho de Nanã, o grande segredo da vida e da morte. Do pó vieste ao pó voltarás. Da lama Nanã auxilia no processo da criação.
Dia de saudação - 26 de julho.
Saudação - Saluba Nana!
4) Yansã= sincretismo com Santa Bárbara
Geralmente dança vigorosamente, como se portasse uma espada ou um leque. É a força que ajuda encontrar a razão no meio da confusão. Saber lidar com ansiedade, porque Yansã trabalha com o orixá Tempo, nada é antes ou depois, tudo tem seu momento. Ajuda superar dificuldades espirituais e materiais. Uma de suas folhas o louro, é o símbolo da vitória.Suas cores vibratórias são: vermelho= a fase arrojada e jovem guerreira; amarelo= sabedoria e a cor laranja = guerreira e sábia na maturidade.


Dia de saudação - 4 de dezembro.
Saudação - Ê parrê Yansã!
5) Oxum= sincretismo com N.Sra. Conceição Aparecida.
Dançam conforme sua fase energética. Vigorosa conforme a cachoeira; mais calma como águas mansas do rio. Quando está na fase da maturidade não dança e fica sentada abençoando um por um com água e flores perfumadas.As três cores de Oxum: cor de rosa= quando é criança e aprende no templo; amarelo = quando é adolescente e recebe a luz do mundo, o brilho do Sol na Terra, seu filho Jesus; azul escuro = a mãe que veste o luto pela partida do filho e ao mesmo tempo o Messias.


Dia de saudação 12 de outubro.
Saudação - Ora Aiê ieiô!
6) Yndaiá = sem sincretismo


Dançam conforme a energia mais utilizada. Gesticulam com as mãos conforme a água que brota do chão, ou como folha que flutua na água. Aspergem água como se fizessem o movimento da chuva mansa. Esta legião manipula as energias da mata =sobrevivência + pedra=justiça + tempo=chuva + paz=céu. Recebem um pouco de cada uma dessas forças e ao mesmo tempo se apresentam como crianças (Yori). Por tudo isso é a legião que se revela PURA + VIBRANTE+ JUSTA +FARTA. Atende-nos em diversos momentos e situações. Em sua representação em imagem a Cabocla Yndaiá está em cima de um barco carregando uma âncora. A âncora simboliza a esperança.
Não possuem saudação específica = Salve Yndaiá.
7) Janaína = sincretismo com Santa Brígida (Irlanda)
Dançam como as forças das ondas, ou se manifestam como ondas, e assim são chamadas de ondinas. Rolam pelo chão num vai e vem como se trouxesse o movimento das águas do mar e suas marés. Além de ser energia da água, possui as forças de combate nos elementos ar e terra. Protege todos os caminhos pelas águas, ou viagens pelas águas. Favorecem as energias da geração e do amor conjugal. Esta legião retorna às forças de Oxalá.


Dia de Saudação 1 de fevereiro.
Não possuem saudação específica= Salve Janaína!

PLANETA ÁGUA
Água que nasce na fonte serena do mundo
E que abre o profundo grotão
Água que faz inocente riacho
E deságua na corrente do ribeirão
Águas escuras dos rios
Que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população
Águas que caem das pedras
No véu das cascatas, ronco de trovão,
E depois dormem tranqüilas
No leito dos lagos, no leito dos lagos
Água dos igarapés, onde Iara
Mãe d'Água, é misteriosa canção
Água que o sol evapora,
Pro céu vai embora
Virar nuvens de algodão
Gotas de água da chuva,
Alegre arco-íris sobre a plantação
Gotas de água da chuva, tão tristes,
São lágrimas na inundação
Águas que movem moinhos
São as mesmas águas que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra, pro fundo da terra
Terra, Planeta Água
Terra, Planeta Água
Terra, Planeta Água.
(Guilherme Arantes)

Um comentário:

  1. Sou médium, filha de Iansã e Xangô, o chefe do terrero que frequento disse que tenho uma cabocla de luz, o encantado dele disse que é a Cabocla Iara e a Cabocla Indaiá, mas sempre que vou lá para receber fico com medo, minha cabocla imcorpora mas não baixa em mim, fica me maltratando, fico no chão chorando, sinto muita dor de cabeça e depois quando tudo passa me sinto extremamente fraca e sem forças. O que realmente tenho, vou receber minhas caboclas ou não?

    ResponderExcluir

Somente serão aceitos comentários de membros do Grupo Boiadeiro Rei, devidamente registrados e cadastrados.

Obrigado!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

GRUPO DE ESTUDOS

O único site que reúne a espiritualidade universal

Grupo de Estudos Boiadeiro rei visa apanhar no universo da espiritualidade temas sobre as variantes religiosas universais, prós e contras, formam uma coleta diversificada sobre a busca humana do desconhecido, da paranormalidade ao longo da existência terrestre. A proposta do Grupo de Estudos visa o esclarecimento, enriquecimento individual e o aumento do conhecimento intelectual.

-------------------------------------------------------------------------

Organização sem fins lucrativos

Email: contato@grupoboiadeirorei.com.br

fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

www.grupoboiadeirorei.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...