Seguidores

Carregando...

Livro do Grupo Boiadeiro Rei

Volte Sempre!

Leia Também em nosso Site

Visitem nosso Grupo e vejam as novas matérias

sábado, 8 de outubro de 2011

Mensagem do Caboclo Tupyara

AMAI, PORQUE SÓ O AMOR CONSTRÓI PARA A VIDA ETERNA
Paz, meus filhos ...
Chamastes-me e aqui estou!...
Eis me entre todos, para rogar, como rogastes, ao Grande Mestre!
Hoje sou Tupyara; antes fui Tomé, o negador!
Hoje venho confirmar, com toda convicção, a vida do Mestre Indestrutível, do Mestre Indivisível, pois que Ele está dentro de cada um.
Meus amados filhos, Deus vos abençoe! ... Sou o vosso amigo, sou o vosso pai Tupyara e aqui me encontro, enlevado pelas vibrações dos vossos corações. Traduzistes com muita bondade o que não merecia: o panegírico (discurso em louvor) em minha homenagem, como caboclo, sentindo-me agora melhor e mais feliz como silvícola. Homenageastes a minha memória ainda como Tomé – que precisou tocar o lado do Mestre.
Amado JESUS!... Querido Mestre!... Eis o escravo sempre à vossa disposição!...
Queridos filhos! Invocaste-me, chamaste-me e eu não poderia deixar de vir... Quero saudar-vos; quero afirmar-vos que não vos negarei a minha benção, agora e sempre. Prometi voltar e distribuir entre vós a minha palavra diretamente através deste instrumento, que uso para a consolidação da vossa fé, para a confirmação desta confiança que tributais ao meu espírito. Desejo abençoar a todos, do fundo do santuário do meu coração. Requeiro que venhais a mim, para que vos abrace por um... Quero tanto aos meus amados filhos, que não podeis avaliar o quanto vos quero... É impossível traduzir o meu amor por vós...
Antes, nas Índias, eu pregava, como arauto dos Ensinamentos do Divino Mestre. Fui flechado, porque não aceitaram as minhas palavras nem os meus argumentos. Tive que vir várias vezes, mas sou feliz; renasci naquelas longínquas paragens do Brasil, nas selvas do Amazonas, onde fui de novo flechado aos 37 anos...
Desejo a vossa felicidade; tão-somente a vossa felicidade e a vossa paz. Que Deus vos abençoe!...
Sinto as vossas lágrimas e vejo a sinceridade das vossas almas; sois sinceros e honestos, sois dignos e merecedores do meu amor.
Vinde a mim!... É o vosso igual, é o vosso pai, é o vosso irmão, é Tupyara quem vos chama; deseja impor-vos a minha benção e abraçar-vos jungidos ao meu coração!...
Que a felicidade que almejais possais encontrá-la na pátria espiritual; por isso, não estejais indiferente às lágrimas do vosso irmão; não deixeis de aconselhar aos desesperados, em nome de Deus... No passado, neguei o Mestre – não em corpo, mas sim em espírito... Hoje sou um espírito e uso das cordas vocais, as ondas somáticas deste instrumento, que a mim não nega, como eu antes o fizera por grande fraqueza, por inconsciência; mas agora, eis me aqui para confirmar a existência da vida eterna.
Amai, porque só o amor constrói para a vida eterna. Não vos atenhais às coisas da Terra, porque não as levareis. Usai os atributos que vos são outorgados, mas renunciai penitenciai-vos, pois a vossa renúncia e a vossa penitência trazem a luz que mais rapidamente vos conduzirá aos Pés do Divino Mestre!
Tupyara, que muito vos ama!... Vinde a mim, amados filhos!...


Tupyara 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somente serão aceitos comentários de membros do Grupo Boiadeiro Rei, devidamente registrados e cadastrados.

Obrigado!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...