Seguidores

Volte Sempre!

Leia Também em nosso Site

Visitem nosso Grupo e vejam as novas matérias

sábado, 18 de agosto de 2012

Sou filho dos Orixás - pelo Caboclo Rompe-Mato


orixas-imagens-5Dizer: “Sou filho dos Orixás” é uma afirmação de Fé, um pedido de bênção, mas também um compromisso. O compromisso de amar, honrar e praticar os Valores Imateriais que os Amados Pais e Mães Divinos simbolizam e representam. O compromisso de praticá-la, inclusive o de estender essa bênção ao próximo, porque somos filhos de um mesmo e Único Deus, com direitos e responsabilidades iguais perante o Criador.


Dizer: “Sou filho de Oxalá” é um pedido de bênção que traz o compromisso de amar, honrar e praticar tudo aquilo que o Divino Pai do Branco simboliza e representa. A cor branca é a síntese das cores do arco-íris e, portanto, um símbolo de Paz, de Fraternidade, de Congregação ou União em torno de um ideal elevado, de Concórdia e de Perdão. Quando eu peço para mim essa bênção, assumo o compromisso de praticá-la. O compromisso de não combater os irmãos de outras crenças; de jamais guerrear em nome da Fé, nem pretender dividir ou segregar aqueles que Deus uniu neste abençoado Plano da Vida. Pedirei, sim, ao Sagrado Pai Oxalá que a Sua Luz Cristalina reine e clareie o Universo inteiro, despertando os mais nobres ideais de Fraternidade, para que todos os homens e mulheres sejam livres nas suas crenças, despertem, se autoiluminem e se amem como irmãos.
Dizer: “Sou filho de Oxum” é um pedido de bênção que traz o compromisso de amar, honrar e praticar tudo aquilo que a Divina Mãe do Amor Incondicional ― que é “O Ouro de Deus”― simboliza e representa. O rosa e o dourado de Mamãe Oxum simbolizam a União Sacralizada pelo Amor, que faz conceber vidas e idéias, que se compadece das fragilidades alheias, que nos enriquece no espírito e na matéria e nos traz a Prosperidade em todos os aspectos. Ao pedir para mim essa bênção, assumo o compromisso de praticá-la. O compromisso de não odiar, nem semear intrigas; de não alimentar mágoas, rancoresciúmes, invejas ou discórdias; de não cobiçar as conquistas dos outros. Pois creio que o “Ouro de Deus” está em tudo e em todos, operando em silêncio para a união e perpetuação das sementes da Vida e a produção da Riqueza que nunca perece e propicia todas as outras, e que existe em abundância para todos, tal como o fluir das águas doces e claras das minas, cachoeiras, rios e cascatas.
Dizer“Sou filho de Oxóssi” é um pedido de bênção que traz o compromisso de amar, honrar e praticar tudo aquilo que o Divino Pai do Conhecimento simboliza e representa. O arco do Divino Caçador representa a determinação na busca em aprender, divinizando as nossas capacidades mentais. A Flecha apontada para o Alto indica o salto evolutivo que vem pelo Conhecimento que nos autoilumina, realizando a expansão em todos os nossos Sentidos. A cor verde que lhe é dedicada representa a Fauna, a Flora e o Reino Vegetal, de incomparável poder de cura e farturapoder sublime que acaba por envolver todos aqueles que se dedicam ao aprendizado no Bem e para o Bem. Ao pedir essa bênção para mim, assumo o compromisso de praticá-la. O compromisso de me autoconhecer, de reverenciar o Conhecimento que rege a Criação, e de não sonegar o que aprendi; de não usar com má-fé o conhecimento adquirido; de não praticar atos de desrespeito contra a Mãe Natureza que a todos nós alimenta e abastece.
Dizer: “Sou filho de Xangô” é um pedido de bênção que traz o compromisso de amar, honrar e praticar tudo aquilo que o Divino Pai da Justiça simboliza e representa. A cor marrom que lhe é dedicada representa a nobreza própria do Reino da Justiça. As pedreiras traduzem a estabilidade e a firmeza que adquirimos pelo equilíbrio dos sentidos. A balança, com os dois pesos e medidas, nos convida à temperança, ao bom senso, à moderação entre o racional e o emocional. O duplo machado simboliza o corte dos excessos, para o império da Justiça. O fogo, traduzido na cor vermelha, a faísca do raio e o trovão são também símbolos da atuação da Justiça Divina que atravessa os céus do Universo para acalentar as almas dos aflitos, equilibrando a tudo e a todos, amparando e protegendo a senda evolutiva da Criação. Ao pedir essa bênção para mim, assumo o compromisso de praticá-la. O compromisso de não fazer julgamentos apressados ou falsos; de não demandar contra aqueles que nada me devem, seja por pensamentos, palavras ou atos; de não proceder com maledicência; de não me render a excessos; de não exigir dos outros a doação daquilo que ainda não sei doar de mim mesmo.
Dizer: “Sou filho de Ogum” é um pedido de bênção que traz o compromisso de amar, honrar e praticar tudo aquilo que o Divino Pai da Lei Divina simboliza e representa. Sua espada cintila a Pura Luz azul-noite, símbolo do bom combate, do combate à desordem e ao caos íntimo, para que os seres alcancem o máximo desempenho dos seus talentos Divinos. Suas armas de aço e ferro abrem todos os Caminhos e representam a estirpe dos filhos de Deus passando pela forja do despertar da consciência e resistindo às duras temperaturas das batalhas íntimas, empenhados na autoorganização das idéias, para o afloramento dos ideais de honra e lealdade recíprocos. Seu escudo nos guarda os valores essenciais e Divinos, enquanto também nos protege da desordem externa. E o Seu Nome Sagrado é o Canal da Ordem Divina, pelo qual Ela chega até nós, plena de bênçãos, a nos convidar para o serviço de operários da Lei e beneficiários da Justiça de Deus. Ao pedir essa bênção para mim, assumo o compromisso de praticá-la. O compromisso de não levar desordem ao caminho alheio e de não alimentar a desordem em mim; de não reclamar por caminhos abertos sem antes atender ao controle dos meus instintos e vícios; de não alegar injustiças antes de verificar o quanto tenho respeitado a Lei Maior na minha vida e no convívio com os outrosde não responder ataque com ataque; de não combater as trevas da ignorância e da maldade com as trevas do revanchismo. Cuidarei, sim, de selar meus caminhos com a Senha da Ordem íntima, a única que é capaz de canalizar as Luzes do mais Nobre dos Cavaleiros de Deus.
Dizer: “Sou filho de Obaluayê” é um pedido de bênção que traz o compromisso de amar, honrar e praticar tudo aquilo que o Divino Pai da Evolução simboliza e representa. Sua Luz Violeta realiza a Transmutação, transformando o fel da ignorância no mel da Sabedoria. Seu cajado é o apôio bastante daqueles que se dedicam, de alma sincera, a caminhar pelas estradas da humildade e da paciência, com serenidade, a passos lentos e cuidadosos, para não tropeçarem nas tentações da vaidade e do orgulho que nos podem enganar e fazer acreditar que se possa antecipar ou ignorar o tempo de aprendizado e amadurecimento necessário a cada pessoa ou condição. Suas palhas Sagradas contêm o remédio da cura da alma e do corpo; atuando, ainda, no primeiro acolhimento àqueles que partiram da carne. Seu xaxará também é símbolo da Manifestação da Luz Violeta, a desfazer magias, projeções mentais e quaisquer atentados negativos, transformando trevas em Luz, curando e libertando os sofredores, e sem deixar de acolher e de encaminhar os seres que se tenham desviado dos caminhos da Evolução por se entregarem a tais práticas sombrias e infelizesAo pedir essa bênção para mim, assumo o compromisso de praticá-la. O compromisso de não me tornar obstáculo à minha evolução e nem à de qualquer pessoa ou situação; de não me render à arrogância, à impaciência e aos temores da ansiedadede não temer a doença, a morte física e nem o Campo Santo, pois creio na Presença deste Paizinho Divino em todas as etapas e degraus da Escada Evolutiva, a operar o milagre da Transmutação, abrindo as Divinas Passagens que irão nos introduzir na esteira da compreensão e acesso à Eternidade.
Dizer: “Sou filho de Yemanjá” é um pedido de bênção que traz o compromisso de amar, honrar e praticar tudo aquilo que a Divina Mãe da Geração simboliza e representa. Suas águas sinalizam para o berço da Vida e também para o mundo das emoções humanas que precisam ser desvendadas e pacificadas. O mar acolhe todas as águas, representando o Colo e o Ventre da Grande Mãe, o Ventre do Universo, a Manifestação do Poder Geracionista do Criador. São Águas da Criatividade, onde a nossa vida é gestada, assim como as idéias, projetos e sonhos a construir. No balanço dessas Águas a humanidade se acalma, equilibra as emoções e desejos e, então, sente o vibrar intenso das Cordas Sagradas da Vida Maiore adormece para o mundo das ilusões,mergulhando e mergulhando no mundo Interno e Real, para acessar a magia e os encantos de tanta Vida que há, à espera de ser revelada. Assim a humanidade descobre os sonhos da alma, quer realizá-los e viver plena e feliz. Então desperta, para “sonhar acordada”, passando a realizar os sonhos da sua alma, que a Grande Mãe das Águas lhe revelou. Ao pedir essa bênção para mim, assumo o compromisso de praticá-la. O compromisso de respeitar todas as formas de vidade não atentar contra a vida e os sonhos de ninguém; de não me tornar obstáculo para o surgimento e a revelação de novas idéias em mim mesmo e nos outrosde não desperdiçar os talentos que recebi; de não me render a lamentações e sim, de viver cada momento da melhor forma que eu seja capaz, aprendendo e construindo, para que a Vida Maior possa, mais e mais, construir em mim e nos que me cercam.
Sim, somos filhos dos Sagrados Orixás!
Então, vamos pedir Suas Divinas bênçãos, a todo o instante. Para que nos despertem, fortaleçam e nos auxiliem no compromisso inadiável de amá-Los e honrá-Los, aprendendo a estender tal Graça aos nossos semelhantes e a toda a Criação. Que assim seja, como sempre foi, e assim será!
Fonte: Instituto Cultural Sete Porteiras do Brasil
Escrito por Maria de Fatima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somente serão aceitos comentários de membros do Grupo Boiadeiro Rei, devidamente registrados e cadastrados.

Obrigado!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

GRUPO DE ESTUDOS

O único site que reúne a espiritualidade universal

Grupo de Estudos Boiadeiro rei visa apanhar no universo da espiritualidade temas sobre as variantes religiosas universais, prós e contras, formam uma coleta diversificada sobre a busca humana do desconhecido, da paranormalidade ao longo da existência terrestre. A proposta do Grupo de Estudos visa o esclarecimento, enriquecimento individual e o aumento do conhecimento intelectual.

-------------------------------------------------------------------------

Organização sem fins lucrativos

Email: contato@grupoboiadeirorei.com.br

fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

www.grupoboiadeirorei.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...